Juíza acata pedido do MP para afastamento de Secretário de Agricultura de Vilhena

Documento aponta delitos contra o erário público; Jair Dornelas nega

O Ministério Público de Rondônia pediu o afastamento do secretário municipal de Agricultura de Vilhena, Jair Dornelas, que recentemente foi muito elogiado por vereadores da cidade em razão de sua atuação à frente da pasta.

A Juíza Liliane Pagoraro acatou o pedido de afastamento do secretário. A divulgação do caso ficou por conta do próprio Jair Dornelas. Ele encaminha, junto do documento, um áudio em que explica aos dirigentes de associações rurais que deve deixar a secretaria logo que for notificado oficialmente. 


"As coisas não procedem, rapaz. Eu assumi no dia 7 agosto e dia 20 eu fui ouvido no Ministério Público. (...) Ele (o documento) cita o nome do Alcemar, e tudo foi quando eu fiz o serviço ali para o pessoal da linha 130. Fiz para o Alcemar, fiz pro tio dele, pro outro do lado (...) Todos eles têm o requerimento e tem o boleto pago. Eu sei porque o Alcemar me procurou esses dias e ele me falou que o Ministério Público o mandou ele pagar uma taxa a mais. " 

justifica o secretário. 

De acordo com o MP, Jair teria utilizado maquinários públicos para beneficiar terceiros, citando o artigo 319 do Código Pena, já que "o agente público estaria se aproveitando da natureza do cargo para praticar delitos contra o erário municipal". Veja o pedido:

Procurado pelo RO Notícias, Jair Dornelas deu suas explicações. Confira:

Veja mais notícias sobre PolíticaRondôniaCidadesVilhena.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/