Após iniciativa de fundadora do MTB Vilhena, ciclistas participam de mutirão de limpeza na Estrada do Aeroporto

Foto: Divulgação. BR 174 ao Aeroporto Brigadeiro Camarão

O crônico problema de acúmulo de lixo nas margens e na pista da via que liga a BR 174 ao Aeroporto Brigadeiro Camarão tem sido tema de constantes reportagens e debates, porém a situação permanece inalterada. Apesar da Secretaria Municipal de Obras promover limpeza no local regularmente, bastam poucos dias para que o lixo composto principalmente por embalagens de bebidas alcóolicas volte a crescer. Em semanas posteriores a feriados, a coisa fica ainda pior, e para quem pratica esportes naquele setor da cidade a risco de acidentes se potencializa.

Em virtude disso nesta semana dirigentes do MTB Vilhena – composto de ciclistas que praticam o esporte em alto desempenho -, após ter acesso a imagens da situação em que se encontrava o local após o feriado da Semana Santa, resolveram mobilizar o grupo para promover um mutirão de limpeza no local, junto com a Secretaria Municipal de Obras e outros voluntários. O chamado foi feito por Adriane Souza, que até levou os filhos para o serviço "visando mostrar pra eles que lugar de lixo é na lixeira, e as consequências que podem surgir com maus tratos à natureza".

Apesar da baixa adesão a convocação, alguns voluntários se fizeram presentes na tarde de ontem (terça-feira 24), e uma verdadeira montanha de lixo foi recolhida no local. Segundo um servidor da SEMOSP que participou da ação, a última limpeza no local aconteceu na quarta-feira da semana passada. "É incrível a quantidade de lixo que se acumulou no local em menos de uma semana", afirmou. Durante a ação um momento de alento aos participantes, que foi registrado pela reportagem do RO Notícias: o resgate de um pequeno pássaro que estava preso em uma sacola de plástico, que provavelmente morreria caso não houvesse o mutirão dos voluntários. O vídeo foi apresentado no programa Allamanda Revista nesta quarta-feira, e está disponível no perfil do Facebook do autor desta reportagem.

A ação dos voluntários é digna de aplauso, mas por outro lado todos ficam com uma sensação de frustração diante da expectativa de que a limpeza não vai durar muito tempo. "As centenas de quilos de lixo e dezenas de garrafas que retiramos hoje daqui serão substituídas por aquelas que serão atiradas na natureza no próximo final de semana. Mesmo assim, não vamos desistir, e permaneceremos na luta por um meio ambiente saudável e condizente com a nossa pratica esportiva e forma de viver", encerrou Adriane. 

Veja mais notícias sobre EducaçãoGeral.

Veja também: