Vilhenenses participam de audiência pública que apura irregularidades cometidas pela Energisa

  A audiência foi realizada pela CPI da Assembleia Legislativa para coletar denúncias contra a distribuidora de energia. 

Na última segunda-feira, 04, foi realizada em Vilhena a primeira audiência pública realizada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa de Rondônia para apurar irregularidades cometidas pela Energisa.

Segundo os deputados presentes na audiência, o que motivou esse evento foram as inúmeras denúncias contra a empresa Energisa enviadas para a CPI, onde logo nos primeiros dias receberam mais de 400 reclamações. Atualmente, o maior número de reclamações no Procon é contra a distribuidora de energia

O evento contou com a presença de membros da Defensoria Pública, Ministério Público, organizações sociais e lideranças comunitárias e a população em geral que debateu sobre o assunto levando denúncias contra a empresa.

Cerca de 13 reclamantes se pronunciaram, entre eles moradores da área rural de Vilhena, bairros periféricos e também moradores de outras cidades como Chupinguaia e Colorado d'Oeste.

Representando mais de 300 famílias do setor chacareiro de Vilhena, o agricultor Claudinei Martins Teodoro denunciou que os pequenos produtores estão sofrendo com o péssimo serviço oferecido pela Energisa, e que já somam um grande prejuízo com a perda do leite que estraga, toda vez que falta energia. " Isso tem sido constante. Além dos nossos equipamentos, como TV e geladeira que queimam pela falta de uma energia de qualidade", denunciou.

Apresentou as contas de energia de uma bomba que leva água para a comunidade, que tiveram aumento de R$ 700 para R$ 2.089 por mês, "uma diferença muito grande. Somos produtores rurais com mãos calejadas, trabalhamos para o sustento das nossas famílias. E esse mês um produtor perdeu mais de mil e quinhentos litros de leite por falta de energia, esse era o lucro para ele sustentar a família pelo período de dois meses", disse o produtor.

Ainda nesse mês irão ocorrer outras audiências em diversas cidades de Rondônia com o mesmo intuito de recolher provas de que existem irregularidades na empresa Energisa. A CPI também recebe denúncias através do Whatsapp, basta registrar em texto, áudio ou foto e enviar para o número (69) 98416-0151. 

Fotos: Joel Jonas

Texto: Maelly Nunes 

Veja mais notícias sobre Geral.