Mulher corre pelada pela rua para não ser morta por ex em RO

O ex-marido foi preso após agredir a mulher com várias pauladas na cabeça. 

Foto: Ilustrativa/ O ex-marido foi preso após agredir a mulher com várias pauladas na cabeça

Na noite de segunda-feira, dia 10, uma jovem, 25 anos, foi obrigada sair correndo pelada pela rua para não ser morta pelo ex-marido, 46 anos. O fato aconteceu em uma residência localizada em Porto Velho (RO).

De acordo com informações da Polícia Militar, o suspeito supostamente estava sob efeito de entorpecentes invadiu a residência da vítima, que estava nua.

Transtornado pelo motivo da mulher estar nua, o homem imaginou que ela poderia estar com outra pessoa e que tivesse acabo de ter relação com sexual, sendo assim revirou toda a casa na tentativa de localizar alguém. Como não achou ninguém, começou agredi-la com palavras e depois partiu para agressão física com socos no rosto, causando hematomas no olho da vítima.

Em seguida, arrancou de uma cerca um pedaço de madeira com prego, dizendo que iria matá-la e desferiu contra a mulher com várias pauladas na cabeça e para não ser morta teve que sair correndo na rua pelada gritando por socorro até ser amparada em uma oficina, onde foi conseguiu um lençol para se cobrir.

Segundo relatos da mulher a separação é recente, tem apenas 5 dias e essa não é primeira vez que ele supostamente a agride. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu prender o homem que foi encaminhado para a Central de flagrantes. 

Veja mais notícias sobre PolíciaGeral.

Veja também: