Falece em São Paulo Garon Maia um dos maiores pecuaristas de Rondônia

Garon Maia possuía fazendas no Estado e na América do Norte

FOTO: David Paul / Além de produtor, Garon Maia foi exímio aviador

 Aos 95 anos de idade, faleceu ontem o empresário rural Braulino Maia Filho, referência da pecuária da região. Ele era criador de gado de corte, mas também atuava na área de agricultura, sendo dono de propriedades rurais no Brasil e exterior. A causa da morte não foi divulgada pela família.

Dono de uma personalidade comum, Garon Maia foi definido por seus funcionários como "homem simples, honesto e trabalhador", apesar do grande patrimônio que conquistou ao longo da vida. Muito conhecido na região nas cidades de Cerejeiras e Corumbiara, era visto com frequência nos comércios locais, tratando a todos de maneira indistinta.

Mesmo com a fortuna e a idade avançada, até pouco tempo atrás era um homem que levantava de madrugada para trabalhar, como sempre fez desde a infância. Além de fazendeiro ele também era aviador, outra grande paixão de sua vida. Entre as muitas aventuras que viveu está uma viagem aérea de mais de quinze dias, entre os Estados Unidos e o Brasil, conduzindo uma aeronave de pequeno porte. A paixão era tanta que a casa da sede de uma de suas fazendas tinha o formato de um avião.

Garon Maia foi tema de inúmeras reportagens m sua vida e teve sua trajetória transformada numa autobiografia. Ele foi velado e sepultado na cidade de Araçatuba, interior do Estado de São Paulo, sendo homenageado pela família em vídeo postado nas redes sociais.

 FOTOS: David Paul Vargas Rojas/TheBook

Veja mais notícias sobre BrasilGeralEconomia.

Veja também: