Grevistas realizam manifestação na Prefeitura de Vilhena

No segundo dia de greve os servidores municipais realizaram uma manifestação na Prefeitura de Vilhena.  

Foto: Ederson Gomes/ No segundo dia de greve os servidores municipais realizaram uma manifestação na Prefeitura de Vilhena

 Na manhã desta terça-feira, 3, servidores municipais realizaram uma manifestação na sede da Prefeitura Municipal de Vilhena. Este é o segundo dia de greve e os manifestantes lutam pela implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCC´S).

Segundo o Sindsul (Sindicato dos Servidores Municipais do Cone Sul de Rondônia), cerca de 600 servidores aderiram o movimento grevista e por lei, 30% dos servidores devem continuar trabalhando para não interromperem serviços essenciais.

A greve foi deflagrada oficialmente nesta segunda-feira (2). De acordo com o Sindsul , há dez anos os servidores municipais sofrem perdas salariais e  não têm auxílio-saúde e seus auxílios transporte e alimentação estão defasados.

De acordo com o Sindsul, Eduardo Japonês chegou a pedir prazos para que pudesse implantar o Plano de Cargos e Carreira, no entanto, após os prazos o prefeito diz que não tem condições de realizar as promessas. O Sindsul informou que a greve é por tempo indeterminado.

A assessoria da prefeitura disse que o prefeito Eduardo Tsuru (PV) está em Santa Catarina e amanhã quarta-feira, 4, estará em São Paulo. 

Veja mais notícias sobre Geral.

Veja também: