Projeto escolar valoriza história de Vilhena

​Pioneiros e escritor participam de iniciativa com crianças e adolescentes resgatando o passado da cidade

FOTO: DIvulgação / Políticos, educadores e alunos tiveram um dia inteiro de atividades

A Escola Municipal "Felipe Rocha de Lima", de Vilhena, realizou nesta quinta-feira, 27, o projeto "Um viagem pela história de Vilhena, o lugar onde vivo", com alunos das quintas séries A e B. A abertura ocorreu às 8h no auditório da prefeitura, com a presença da vice-prefeita Maria José da Farmácia e da secretária municipal de Educação, Vivian Repessold, dentre outros.

Os pioneiros vilhenenses Úrsula Daltoé, Vitório Abrão e Dora Mendes foram convidados especiais e se dirigiram às crianças, que ouviram atentamente os depoimentos com histórias de vida que se fundem com a formação do município.

Em seguida, as crianças visitaram o prédio histórico da Universidade Federal de Rondônia, onde funcionou a prefeitura do Município no início da década de 1980. De lá, os estudantes foram levados de volta à escola, onde houve exposições de fotografias antigas, poemas e desenhos; os alunos também prestaram homenagem ao escritor Júlio Olivar. Por sua vez, ele sorteou livros, cantou o Hino de Rondônia junto com as crianças e recebeu o carinho de alunos e professores, que trocaram informações sobre a memória vilhenense. 

As crianças estudaram em sala a biografia de Júlio Olivar e viajaram através de suas obras que valorizam, sobretudo, a história de Rondônia. Acolhido pela comunidade escolar com muito respeito e carinho, o escritor ficou encantando e elogiou a iniciativa dos educadores de trabalhar, em sala, a literatura e o conhecimento acerca da historiografia regional. Olivar agradeceu, principalmente, a professora Josy Mary Mendes, idealizadora do projeto, e às demais educadoras envolvidas.

O carinho ao autor foi tanto que ele recebeu dezenas de cartinhas dos alunos, o que muito o emocionou. "Em tempos de internet, comunicação rápida, é muito significativo ver que os livros encantam crianças na faixa etária de dez anos que leram as obras e minuciaram detalhes do meu processo produtivo e sobre minha pessoa. Muito obrigado à escola, à diretora Patrícia Valéria Ferreira da Silva". 

Veja mais notícias sobre CidadesEducação.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/