A busca incessante pela tal felicidade

A busca pela felicidade é o que move a maioria das pessoas nos dias de hoje, é ela que nos força a tomar todas as atitudes necessárias para sobrevier e alcançar conquistas durante a vida. Ela nos convence de que cada uma dessas conquistas é a coisa mais importante do mundo e nos dá disposição para lutar por elas cada vez mais, sempre em busca de uma nova conquista.

Vivemos uma época em que ser feliz é uma obrigação as pessoas tristes são indesejadas, vistas como fracassadas. A doença do momento é a depressão. A depressão é o mal de uma sociedade que decidiu ser feliz a todo preço. Muitos de nós estamos fazendo força demais para demonstrar felicidade aos outros e sofrendo por dentro por causa disso. Felicidade está virando um peso: uma fonte terrível de ansiedade.

Essa busca obrigatória pela felicidade é influenciada muitas vezes pelas redes sociais. Muitos publicam uma vida feliz inventada, mesmo que as conquistas sejam das pessoas que publicaram suas fotos, a verdadeira realidade da felicidade não está nas imagens propostas e, sim, numa realidade que não podemos ver atrás das telas.Sentimos que temos que nos conformar com os ideais impostos pelas telas que vemos todos os dias no que se refere à nossa saúde, aparência ou peso, como se não bastasse, olhamos ao nosso redor e sentimos que todos as pessoas sabem o que estão fazendo, enquanto estamos apenas perdendo tempo.

Geralmente não percebemos que o que vemos nos outros e nas telas não é o melhor da vida. Não é um cenário completo, é irreal esperar que alcancemos tais vidas, se buscar viver a realidade do outro estamos caminhando para uma frustração.

O mundo perfeito pode ser perfeito para você e não para os outros, e os outros, não gostando desse seu mundo perfeito, vão levar a insatisfação até si e seu mundo deixará de ser perfeito. Para tentar dar qualquer direção para uma melhor vida, nunca perfeita, pois o perfeito faria com que a vida não tivesse graça, tornando-se assim imperfeita. Se houvesse como ter uma vida perfeita, está se tornaria imperfeita, pois a perfeição eliminaria as derrotas. Aprendemos muito sobre nós mesmo e aprendemos com os outros como alguns se tornam felizes e como é possível viver uma vida imperfeita de maneira autêntica.

Todos estamos em uma missão de fazer o melhor que podemos. Ser feliz, ter um lar perfeito, família, companheiro e um emprego.

É muito fácil, na sociedade de hoje, ficar preso no ciclo de sempre querer mais. Conquistamos nosso carro, casa, parceiro, que pensamos que eram perfeitos, tudo o que queríamos.

Até que o fator novidade acabou e ficou claro que não eram perfeitos. Aí começamos a procurar pela perfeição novamente.

Quando riscamos o que queríamos da lista, quando conquistamos nossos objetivos no trabalho e todas as outras coisas que a carreira nos proporciona, podemos, ainda assim, nos sentir vazios.

Percebemos que essa não é a receita para o sucesso. Mesmo tendo tudo, não notamos o mais importante.

Se pudermos nos focar nas coisas boas dos momentos imperfeitos, nos sentiremos muito mais realizados.

Felicidade é amar o que temos em vez de perseguir coisas que pensamos querer.

"Ser feliz não significa que tudo está perfeito. Significa que você decidiu olhar além das imperfeições." (Autor desconhecido) 

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também: