Presidente da Câmara de Vereadores rebate acusação de compra de votos durante eleição municipal

O irmão do parlamentar foi abordado pela Polícia Militar no último dia (15) por suspeita de estar fazendo boca de urna.
Foto: Anderson Ferreira

Na manhã desta terça-feira (17) o presidente da Câmara de Vereadores, Ronildo Macedo, falou na Vigésima Nona Sessão Ordinária sobre a polêmica envolvendo ele e seu irmão durante o pleito eleitoral de 2020.

Segundo Ronildo, irá até o fim e provará que a situação foi provocada por pessoas mal-intencionadas. "Meu irmão foi covardemente gravado e soltaram um vídeo falando que meu irmão estava comprando voto, onde estava mais de 20 pessoas", afirmou.

Outra polêmica gira em torno de um vídeo gravado em seu gabinete, que segundo Ronildo, foi gravado para prejudica-lo. "Fui gravado dentro do meu gabinete por pessoas mau caráter e depois saiu replicando esses áudios. Áudio que eu mandei para a pessoa, ela soltou na campanha", explicou.

Assista o vídeo completo através do link:

Veja mais notícias sobre PolíticaVilhena.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/