Ocupando o 4º lugar entre os mais acessados de Vilhena e região, RO Notícias comemora 2 anos de credibilidade e independência

Site que surgiu da parceria com a TV Allamanda/SBT,  hoje é um dos mais queridos pelos vilhenenses, oferecendo materiais exclusivos seguidos de seriedade

Fotos: Joel Jonas e Anderson Ferreira/RO Notícias | Arte: Isabely Melo

Criado em 2019, o RO Notícias surgiu com a proposta de suprir a grande demanda de notícias de Vilhena, região do cone sul e de todo o estado, de forma geral. O que acontece e tem relevância no Brasil e no mundo também vira pauta do site.

Há dois anos em atividade, com dezenas de publicações diárias que vão desde denúncias ao entretenimento, o veículo passou por transformações internas e lidou com as mudanças do mundo exterior: as crises econômica e política, a pandemia da covid-19 e seus efeitos, a guerra da desinformação, entre tantos outros desafios. Processos que foram cruciais, também, para sua consolidação e para formular a maneira como é visto por seu público, que aprendeu que "se deu no RO, é fato". "Nós já éramos da TV e passava muita coisa que a gente não conseguia produzir, que a gente poderia dar a notícia de uma forma mais séria e isso não acontecia com outros veículos de comunicação."- explica Paulo Portella, criador do RO Notícias.

Paulo Portella, comunicador, apresentador, gerente e empreendedor | Foto: Joel Jonas/RO Notícias

"Eu sempre gostei da matéria limpa e sempre gostei de dar voz às outras coisas que eu não encontrava em outros sites, como esportes, o direito de resposta, ouvir mais a população... tantos outros assuntos que renderiam matéria e talvez passavam despercebidos" 

– conta ele. 

A ideia nasceu primeiro no coração de Paulo, que além de gerente e apresentador da TV Allamanda/SBT de Vilhena (RO), é profissional da área de marketing. Ele apresentou o projeto para Elton Bittencourt, diretor geral da emissora, que hesitou inicialmente, mas que acabou embarcando no empreendimento como sócio: "(...)E aí, nós resolvemos tirar do papel, o que não foi tarefa fácil, porque eu queria trabalhar com site, mas algo que fosse novo, que tivesse Rondônia nele. Buscamos referências em portais grandes, e assim nasceu o RO." – diz o criador do veículo, contando que buscou criar o formato já aproveitando, também, a identidade da TV.

Elton Bittencourt, diretor geral e apresentador da TV Allamanda/SBT em Vilhena (RO) | Foto: Joel Jonas/RO Notícias

"As duas empresas têm o mesmo perfil de trabalho, o mesmo perfil jornalístico. Então, é uma convergência online: texto e televisão. Embora pareçam negócios diferentes, em termos de tecnologia, são iguais na linha editorial, na linha de raciocínio, na forma de comunicar, principalmente com seu leitor e telespectador." 

– relata, com orgulho, Elton Bittencourt, respeitado profissional da comunicação em Vilhena, além de sócio do projeto.

O papel do RO Notícias é informar a população, com reportagens sobre assuntos locais, empresas da região, economia, cultura, lazer, saúde, educação e tantos outros, como diz o próprio Paulo Portella. "A pessoa nos acessa, mas também pode chegar ao RO Notícias e dizer que ela quer alguma coisa, fazer alguma denúncia. O papel do RO é ouvir a população e informar com credibilidade e respeito."

ADAPTAÇÃO À NOVA REALIDADE

De acordo com o primeiro relatório sobre a pesquisa global dos impactos da pandemia entre jornalistas, divulgado pelo Centro Internacional para Jornalistas em parceria com o Centro de Incentivo para o Jornalismo Digital e a Universidade Columbia, 81% dos profissionais entrevistados disseram que se depararam, pelo menos uma vez por semana, com a circulação de notícias falsas. Outros 46% relataram a desinformação como um dos principais desafios durante a primeira onda da covid-19, e que este era um problema notado justamente entre políticos e outras autoridades. Tudo isso agregado ao medo do risco de contágio (no caso dos repórteres de campo).


Por isso, é necessário ligar o filtro, mesmo agora, passado o primeiro ano de pandemia e se falando em terceira onda. Detalhe, ao qual, os jornalistas do RO Notícias se apegam com seriedade. "As pessoas estão buscando ainda uma mídia, uma notícia que não seja comprada. Isso ainda é muito difícil, porque sabemos que muitos veículos de comunicação atuam com interesse: recebem para fazer materiais e tudo mais". – Explica Portella.

"Sobre as fake News, nós buscamos sempre filtrar as nossas fontes. Nem sempre ser o primeiro, mas, sim, buscar, na hora de noticiar o conteúdo, o que de fato aconteceu, essa é a nossa meta, é a nossa marca. E não trabalhamos só. Somos fruto de uma empresa que já é grande, respeitada, que trabalha com verdade, que é a TV Allamanda. Hoje, quem assiste à TV e acompanha as entradas do RO Notícias, não tem dúvidas do que está acontecendo. Já somos o 4º site mais acessado entre tantos: fruto de respeito ao leitor e de um trabalho limpo." 

- conta orgulhoso. 

Para Elton Bittencourt, "a pandemia fez com que as pessoas procurassem a informação mais precisa, o veículo de informação de credibilidade."

"Eu acho que a grande diferença é ter um veículo de credibilidade, para que a pessoa olhe e diga: opa, isso aqui é real! Isso não é fake News!" 

diz o sócio.
Equipe do RO Notícias: da esquerda para a direita, Iury Lima, Kezia Rodrigues e Joel Jonas

DESAFIOS DO JORNALISMO DIGITAL 

Atualmente, o RO Notícias conta com o trabalho de três profissionais de imprensa: Kézia Rodrigues (apresentadora do Allamanda Revista), Joel Jonas (repórter da TV Allamanda) e Iury Lima (exclusivo para o site). Experiência e dedicação que resultam em qualidade. Kézia aborda assuntos mais voltados à cultura, lazer e entretenimento, o que também é uma das marcas de seu programa na televisão. Joel e Iury, que também figuram no cenário da imprensa nacional, focam em política, economia, saúde, factual e o que mais for notícia. Todos cursam Jornalismo, aliando ao o conhecimento teórico ao trabalho prático.

"Trabalhar na TV já é um grande desafio. O jornalismo online tem suas dificuldades justamente pelo tempo de produção. É diferente de produzir para TV, que tem horário fixo. Para o site, não. A informação vem, tem que ser transformada em notícia e publicada quase que instantaneamente. Então isso exige que você tenha menos tempo de apuração e mais habilidade com o texto. 

– diz Joel.

Mesmo com a exigência do mercado de ser o primeiro a publicar, no RO Notícias, no lema é um pouco diferente: "damos prioridade para ter um dos melhores textos publicados sobre determinado assunto. Mas, se pudermos ser os primeiros, melhor ainda."explica o repórter.

Toda essa "correria" é algo que kezia já presenciou mesmo fora do jornalismo online. Na avaliação dela, é uma mania de jornalista.

"Essa coisa de "se virar nos 30" é parte da necessidade. Quem faz jornalismo sabe que não se pode deixar as coisas para amanhã. Tudo meio que precisa acontecer na hora. E, daí, com o tempo, você vai pegando gosto pela coisa e tudo se torna mais fácil."

- explica ela. 

Mesmo já finalizando curso de Jornalismo pela Universidade Federal de Rondônia e  encarando esse trabalhoo desafio, a profissional leva com alegria, gratidão e gostinho de novidade: "É novo o jornalismo online para mim, porque quando cheguei na TV e assumi o Allamanda Revista ao vivo, eu já atuava no Rádio. E na TV é mais gravado, de certa forma não era tão novidade assim. Agora, escrever para o RO Notícias está sendo um desafio para mim até hoje. É algo que eu ainda estou aprendendo. Viver essa convergência do jornalismo que temos presenciado nos últimos anos ainda é algo novo, mas também me ajuda muito, pois estou na reta final do curso. Todo dia eu aprendo algo diferente."

GANHOS, TAMBÉM, PARA O EMPRESÁRIO LOCAL

De acordo com Elton Bittencourt, "quando se tem um veículo de comunicação online e forte, as marcas que estão associadas conseguem ter o retorno desejado."

"Até porque estão vinculadas a uma empresa séria. Esse é o diferencial para que eles possam ter notoriedade" 

– explica.

DE OLHO NO FUTURO

Para os sócios do site, acompanhar o sucesso e mais um aniversário é como observar os crescimento de um filho, alimentando, sobretudo, expectativas futuras e novas metas a alcançar: "no ano passado nós também comemoramos aniversário em meio à pandemia e continua sendo desafiador, mas não pensamos em parar. Hoje, o RO é um bebê. Em 2020, ele engatinhou. Em mais um ano, ele já anda com as próprias pernas, se equilibrando e ganhando seu espaço. Procuramos manter e aumentar esse espaço. O tom da comemoração é de vitória, passando por mais um ano de pandemia, dificuldades, sendo uma empresa pequena.", comemora Paulo Portella.

"(...) nesse tempo, já conseguimos aprender muito do mercado e saber o que o nosso leitor gosta de ler, de que forma ele gosta de receber e ter o conteúdo. Se comemora muito, mas principalmente, já se pensa nos próximos 3, 4, 5, 10 anos... até porque o RO Notícias veio para ficar.", diz Elton Bittencourt.

"Acredito que o online vai ter vida longa, o texto, na verdade, é que vai sofrer alterações" 

- destaca ele. 

"É uma vitória da equipe! Quero agradecer a todos os jornalistas que somam e vestem a camisa, que olham para o site como se fosse deles, e fazem o melhor para o projeto continuar dando certo." 

– finaliza Portella.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/