Mulher agredida por companheiro morre em hospital de Vilhena, após 40 dias internada

A vítima sofria com distúrbios psiquiátricos 

Foto: Reprodução

A moradora do bairro setor 19, Adriana Alves Guimarães, de 49 anos, que estava internada a cerca de 40 dias no hospital regional, após ter sido agredida pelo companheiro, não resistiu e veio á óbito.

Adriana sofria com distúrbios psiquiátricos desde os 12 anos de idade. Ela era frequentemente agredida pelo companheiro com quem viveu por cerca de 3 anos. Adriana era aposentada e seu companheiro Cristiano, de 41 anos, se aproveitava de seu benefício. Com a morte da vítima, ele irá responder pelo crime de feminicídio.

Até a publicação dessa matéria o agressor ainda não tinha sido pego pelas autoridades para responder pelo crime. O sepultamento foi realizado ontem (10/10). 

Veja mais notícias sobre Vilhena.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/