A Azul Linha Aérea Brasileira por meio de ofício, anunciou o adiamento dos voos no interior de Rondônia

Vilhena poderá ter seus voos reativados em novembro.

Foto: Ilustrativa

A decisão do adiamento foi por causa da evolução mais lenta que o esperado no calendário de reformas dos aeroportos de Vilhena, Ji-Paraná e Cacoal.

Para o munícipio de Vilhena, que possui as melhores condições para ter novamente voos, a companhia pretende voltar em novembro. Ji-Paraná tem expectativa de retornar em dezembro e Cacoal somente em fevereiro.

A situação de Vilhena está melhor atualmente, pois o aeroporto já conta com o IFR-IMC, que facilita as aproximações de aeronaves à noite e em baixa condição de visibilidade, embora fosse desejável a inclusão do farol rotativo, o balizamento noturno, entre outras benfeitorias.

Já o caso de Ji-Paraná, ainda está sendo aguardado a contratação das empresas que serão responsáveis pela adequação do aeroporto para operar com baixa visibilidade (IFR-IMC), isso ocorrendo, poderá estar retornando em dezembro ou janeiro.

Cacoal apesar de estar com as obras avançadas de construção da cerca patrimonial-operacional, ainda tem outras pendencias que demandam mais tempo.

A Azul ainda ressaltou que assim que houver uma previsão de conclusão dos procedimentos irá disponibilizar os voos no sistema, tendo em vista o tempo de comercialização e a readequação das estruturas no aeroporto.

Confira oficio completo: 

Veja mais notícias sobre RondôniaVilhena.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/