O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), mantem disponíveis diversos serviços à população.

O diretor, Maciel Wobeto, disse que não há anormalidade nos atendimentos

Foto: Joel Jonas

Atualmente o SAAE abastece cerca de 40 mil residências, na cidade de Vilhena, o órgão vem buscando manter os serviços e atendimentos presenciais à população de, mesmo com a pandemia. Por se tratar de um serviço essencial os funcionários continuam trabalhando normalmente.

Desde o último decreto que declarava situação de calamidade no município, os atendimentos só eram realizados através de agendamento, mas na última semana as portas do SAAE foram abertas ao público, os cidadãos podem buscar atendimento presencial desde que estejam usando máscara, uma das recomendações do Ministério da Saúde.

Diante das reclamações, de telespectadores, em relação à espera de alguns serviços, o diretor geral do SAAE, Maciel Wobeto, respondeu à nossa equipe que, o quadro de funcionários estava desfalcado e foi necessário convocar alguns dos aprovados no último concurso para assumirem os postos de trabalhos.



De acordo com o Wobeto, o SAAE está em negociação com a prefeitura para obtenção de recursos. Com a crise do Coronavírus o departamento teve uma queda de 40% nas arrecadações mensais e que mesmo assim, seguindo o decreto estadual não haverá cortes, "a gente depende desses fundos (arrecadação) para sobrevivência do SAAE [...] mas não haverá corte de fornecimento de água, nesse período", afirmou.

O atendimento presencial só é recomendado em último caso, mas se for necessário o usuário deve comparecer usando máscara. Alguns serviços e informações estão disponíveis através do site www.saaevilhena.ro.gov.br e também pelo telefone 33 22-54 80, de segunda a sexta das 7h às 13h. 

Veja mais notícias sobre CidadesVilhena.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/