Covid-19: Vilhena registra 37 novos casos confirmados e 12 pacientes internados

O Estado registrou até o momento 18,1 mil casos confirmados e 467 óbitos. No Brasil o número de casos confirmados já ultrapassou 1.233 mil, com 55 mil mortes. No mundo são 9,7 milhões de casos confirmados e 490 mil mortes. 

Foto: Valderi Silva / V FILMES

Vilhena registrou 37 novos casos confirmados de vilhenenses com covid-19 nesta quinta-feira, 25 de junho, sendo 32 por RT-PCR e 5 por testes rápidos. A cidade identificou ainda 34 novos casos suspeitos, 13 resultados negativos e 26 novos recuperados. Dessa forma, Vilhena registra até as 19h30 de hoje: 428 casos confirmados de vilhenenses, 4 óbitos de vilhenenses, 1 óbito de morador de outro estado, 4 positivados moradores de outros estados e 112 casos suspeitos. Há atualmente no município 208 casos ativos de moradores de Vilhena e 3 de outros estados, bem como 215 já recuperados e 3 transferidos.

Estão internados 12 pacientes em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19, sendo 5 na UTI. Quatro têm necessidade de respirador (um do sexo feminino com 61 anos e quatro do sexo masculino com 54, 74 e 78 anos) e outro paciente de 65 anos do sexo masculino está na UTI sem necessidade de respirador. Outros sete pacientes estão internados na Enfermaria da Central, cinco do sexo masculino com 42, 48, 49, 54 e 81 anos e dois do sexo feminino com 49 e 70 anos. Dos internados, 11 têm resultado positivo para covid-19 e um é suspeito. Todos os demais casos, sejam suspeitos ou confirmados, estão com recomendações expressas de cumprir isolamento domiciliar, pois não apresentam sintomas ou têm apenas sintomas leves.

Com 80 dias de funcionamento, as barreiras sanitárias da Prefeitura de Vilhena, instaladas às margens da BR-364 na saída para Porto Velho, já abordaram cerca de 160 mil pessoas e determinaram cerca de 700 quarentenas. Entre 1 mil e 3 mil pessoas são abordadas por dia no local, que fiscaliza os motoristas todos os dias com termômetros, bem como avalia sintomas, histórico de viagem, faz registros e dá orientações. Até mesmo escoltas da Polícia Militar foram solicitadas. Veja fotos na matéria completa: www.vilhena.ro.gov.br//index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1411497.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) está recebendo diversas ligações com pedidos de informação sobre depósitos não solicitados do Auxílio Emergencial oferecido pelo Governo Federal. No momento, o Governo Federal não autoriza o descadastramento e nem a alteração nos dados do CadÚnico. Por isso, quem recebeu o Auxílio sem precisar terá que realizar a devolução do benefício seguindo as instruções em vídeo publicado nas redes sociais da Prefeitura. Assista no link: fb.com/watch/?v=2563724733847971.

Pessoas que tenham sintomas ou se considerem suspeitas de ter covid-19 devem procurar os postos de Saúde em Vilhena. O novo protocolo da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) passa a valer a partir desta semana. Baseado no guia de enfrentamento da pandemia do Ministério da Saúde, o documento foi elaborado por médicos do Hospital Regional (HRV), da Atenção Básica e profissionais da Semus. De acordo com a equipe responsável, o novo método de atendimento é dividido em quatro etapas e atende as necessidades da crescente quantidade de casos suspeitos e confirmados no município. Leia todo o protocolo no link: http://www.vilhena.ro.gov.br/index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1411266.

Denúncias de descumprimento de normas de Saúde podem ser feitas pelos números: 190 da Polícia Militar (24h) ou 3322-1936 da Vigilância Sanitária (7h às 17h30, de segunda a sexta-feira).

Veja mapa, gráficos e tabelas dos casos da cidade no Painel Covid-19 Vilhena disponível no site da Prefeitura, no menu "Serviços" e também pelo link direto: www.bit.ly/painelcovidvilhena. Para entender em detalhes como funcionam os testes disponíveis na cidade, tanto os de método rápido como de laboratório, leia a nota explicativa da Prefeitura em: www.bit.ly/testescovid19vilhena.

O Estado registrou até o momento 18,1 mil casos confirmados e 467 óbitos. No Brasil o número de casos confirmados já ultrapassou 1.233 mil, com 55 mil mortes. No mundo são 9,7 milhões de casos confirmados e 490 mil mortes.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

Veja mais notícias sobre SaúdeCidades.

Veja também:

giweather joomla module