Após aplicações de inseticidas em mais de 30 bairros, Vilhena registra queda nos casos de dengue

Dois veículos foram disponibilizados pelo Estado para a aplicação de inseticida na cidade 

COMBATE À DENGUE envolve participação popular: 82% dos criadouros de mosquitos da dengue estão em casas habitadas
O Setor de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Vilhena realizou neste mês, do dia 2 a 18 de junho, três ciclos de aplicação de inseticida contra o mosquito Aedes aegypti no município. Relatório expedido pelos profissionais revelam que a ação, que aconteceu em parceria com o Governo do Estado em mais de 30 bairros, foi responsável por queda de até 70% no número de novos casos de dengue na cidade.

De acordo com técnico em saúde pública Paulo Cremasco, em 2020 Vilhena já tem 1.383 casos notificados de dengue, cerca de 1.140 casos confirmados e 243 casos descartados. "Depois das aplicações observamos a diminuição de notificações. De janeiro a maio, o município registrou 1.370 notificações. Em junho nós recebemos pouco mais de 10 notificações. Mas, não podemos relaxar. É essencial que a comunidade continue cuidando de seus quintais, visto que 82% dos locais de reprodução do mosquito em Vilhena estão dentro de casas habitadas", revela Paulo.

A aplicação foi realizada nos bairros: Centro, São José, Jardim Vilhena, Santo Antônio, Ipanema, Bela Vista, Bodanese, São Jerônimo, Marcos Freire, Residencial Solar Vilhena, Jardim Social, Jardim Universitário, Cidade Nova, Parque Cidade Jardim 1 e 2, Cristo Rei, Residencial Florença, Residencial Alphaville, Residencial Alvorada, Residencial Orleans, Barão do Melgaço 1 e 2, Alto dos Parecis, Setores 12 e 13, Embratel, Setor Zico, Parque Industrial São Paulo, Jardim Vitória, Assossete, Alto Alegre e Nova Jerusalém.

O secretário municipal de Saúde, Afonso Emerick, faz um apelo aos moradores. "A dengue é uma doença grave que pode causar mortes e também gera sintomas intensos que exigem internação hospitalar. Neste momento de pandemia, tudo isso fica ainda mais preocupante e nosso esforço é para, junto da população, evitar que os casos aumentem. Vamos aproveitar a quarentena para cuidar de nossos quintais e jardins", reforça.

Semcom 

Veja mais notícias sobre Cidades.

giweather joomla module