Vilhena já registrou 36 mortes por complicações da Covid-19 em Janeiro

Boletim diário pode constar mais quatro hoje 

Foto: Reprodução

O mês de janeiro em Vilhena tem sido marcado pelo altíssimo número de novos casos positivos de pacientes com o novo coronavírus, o número de mortes acompanha a curva de casos.

Nos primeiros 24 dias do ano, 36 (4 óbitos devem ser confirmadas no boletim diário deste dia 25) mortes já foram confirmadas por complicações da Covid 19.

A taxa de ocupação da UTI do Covid em Vilhena se encontra em 100%. No dia 8 de janeiro todos os leitos destinados a pacientes com Covid 19 chegaram a estar ocupados, tanto na UTI, quanto na enfermaria.

A partir do dia 09 de janeiro, a cidade passou a ter ocupação máxima na UTI, com isso, o risco de mortes se elevou. O Estado de Rondônia hoje necessita enviar pacientes para outros Estados.

O médico Dr André Luiz no final de dezembro do ano passado, chegou a fazer um alerta a população mais jovem, no qual informava que o número de atendimentos a jovens estava cada vez mais alto e esses jovens estariam infectando pessoas do grupo de risco. Em janeiro a cidade sofre por não terem dado ouvidos a esse alerta.

Até o último boletim diário, informado no dia 24, haviam 16 pessoas internadas na UTI por causa da Covid 19, sendo 11 com necessidade de intubação, das quais uma garota de 17 anos, vem chamando a atenção por não ter aparecido em boletins anteriores nem mesmo internada na enfermaria, ela já aparece a três dias com internação na UTI. 

Veja mais notícias sobre Brasil.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/