Tráfico internacional: Polícia Federal cumpre, hoje, 31 mandados contra quadrilha de Ariquemes (RO) que importava e distribuía drogas pelo Brasil

Além de RO, a operação e os mandados também miram nos estados de Mato Grosso, Bahia, Espírito Santo e Paraná.

Fotos: Polícia Federal (RO) | Arte: Isabely Melo/RO Notícias

A ação dos agentes federais teve início e está em curso hoje (28), com a missão de cumprir 31 mandados judiciais, contra uma quadrilha que importava cocaína da Bolívia e do Paraguai e distribuía para outros estados do Brasil. São 11 mandados de prisão preventiva e 20 de busca e apreensão, expedidos pela 3ª Vara Federal da Seção Judiciária do estado. Além de Rondônia, a operação e os mandados também miram nos estados de Mato Grosso, Bahia, Espírito Santo e Paraná.

De acordo com as investigações, a organização criminosa tem sede em Ariquemes (RO). A PF ainda aponta que o bando conta com divisão e cadeia de comando muito bem organizadas, também nos estados onde as ramificações estão instaladas. Ainda, durante as investigações, os agentes impediram o envio de quatro remessas de droga e interceptaram o entorpecente, em flagrante, nas cidades de Vilhena (RO), Rosário d'Oeste (MT), Cachoeiro do Itapemirim (ES) e Mimoso do Sul (ES).

A Polícia Federal informou que os presos durante os trabalhos serão ouvidos nas sedes da PF e, depois, encaminhados para presídios estaduais, e vão responder por tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Cada um pode cumprir pena de até 35 anos de prisão.  

O termo "Criptonita" foi escolhido por ser o slogan utilizado nos caminhões que transportavam a droga para a quadrilha, que fizeram a distribuição para o ES, por exemplo, além de receber importar maconha, também, do Paraguai. Na cultura pop, o nome, em grafia diferente (Kryptonita) também se refere à uma substância: um mineral alienígena do planta Krypton, que causa fraqueza ao Superman, super-herói criado em 1938.

Veja mais notícias sobre BrasilPolíciaRondônia.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/