Suspeito de matar ator Rafael Miguel e os pais tirou RG falso durante fuga

No novo documento, o suspeito usou o nome de Manoel Machado da Silva. Na foto, ele aparece com o cabelo curto e barba grande, bem diferente de como estava no dia do crime 

Foto: Reprodução
Ator Rafael Miguel Foto: Reprodução

Paulo Cupertino, suspeito de matar o ator Rafael Miguel e os pais do jovem há mais de um ano, em São Paulo, tirou um RG original, com nome falso, durante a fuga. Ele foi até um posto do instituto de identificação do Paraná, tirou foto no local, cedeu as digitais e saiu com uma nova identidade, que deve ter ajudado na saída do país.

O documento é a última pista oficial que a polícia tem da fuga dele. O crime aconteceu no 9 de junho do ano passado. Cupertino atirou treze vezes nas vítimas em frente de casa por não aceitar o namoro da filha com o ator e, depois do crime, nunca mais foi visto.

No novo documento, o suspeito usou o nome de Manoel Machado da Silva. Na foto, ele aparece com o cabelo curto e barba grande, bem diferente de como estava no dia do crime. Ele foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo em junho deste ano. Em setembro de 2019, a Secretaria de Segurança Pública afirmou que Cupertino também foi incluído lista de procurados pela Interpol. 

Fonte: Folha Vitória

Veja mais notícias sobre BrasilPolícia.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/