Site mostra diálogos de Moro e procurador federal que podem ter viciado a “Operação Lava-Jato”

A credibilidade da maior ação de combate a corrupção no Brasil está sendo questionada mundo afora

FOTO: Agência Brasil / Dallagnol e Moro teriam mantido relação indevida durante a Lava-Jato

 A rede de jornalismo independente The Intercept Brasil publicou ontem uma série de reportagens, sustentadas com áudios, vídeo e cópias de trocas de mensagens apontando que várias ações da Operação Lava-Jato podem ter acontecido com participação indevida do então juiz Sérgio Moro, atual Ministro da Justiça. De acordo com o material divulgado há indícios fortes que Moro participou indevidamente da ação do Ministério Público Federal, em particular com o promotor Deltan Dallagnol nas diligências, fato que é vetado pela Constituição Federal e pode dar margem para a anulação de todos os procedimentos da Lava-Jato.

A notícia repercute dentro e fora do país, e já provocou manifestações oficiais de entidades como a Associação Juízes para a Democracia (AJD) e Associação Latino-americana de Juízes do Trabalho. Em notas oficiais as duas entidades que representam as alas liberais do Poder Judiciário em diversos países exigem o retorno da ordem constitucional, com a anulação dos processos, a soltura de todos os condenados a partir de procedimentos que consideram impróprios, além da exoneração de Sérgio Moro do cargo de ministro.

Dentro do Brasil o fato dividiu ainda mais a opinião pública, e às vésperas de mais uma manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro, marcada para a próxima sexta-feira em nível nacional, se torna outro estopim para acirrar ainda mais o conflito interno. Instalada no ano passado com as eleições nacionais, o cisma entre eleitores pró e contra o presidente eleito não arrefece, gerando instabilidade e acentuando a tensão. O governo, que reage à oposição de forma impulsiva e agressiva através de manifestações em redes sociais feitas pelo próprio presidente, continua a perder força e chegando a metade do primeiro ano do mandato ainda não conseguiu se impor de forma plena perante a sociedade brasileira, e continua contando mais com "torcida" do que apoio.

Veja mais notícias sobre BrasilPolíticaGeral.

Veja também: