São Paulo: Homem é suspeito de enganar 15 'namoradas' com falso fundo de investimentos

O padrão das vítimas é formado por mulheres bem-sucedidas em suas profissões, solteiras e que moram sozinhas ou com poucos familiares. 

Suspeito de enganar 15 'namoradas' usava o nome da XP para aplicar golpes, segundo as vítimas Imagem: Reprodução/Instagram

Um homem de 32 anos que se identificava como diretor da XP Investimentos é suspeito de enganar pelo menos 15 "namoradas" que conheceu pela internet em vários estados com falsas aplicações em fundos financeiros. As vítimas estimam que os golpes tenham causado um prejuízo de R$ 100 mil em Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo e em Portugal.

O último suposto estelionato foi descoberto na sexta-feira (23), em Balneário Camboriú, a 89 km de Florianópolis. Uma mulher de 36 anos acionou a Guarda Municipal informando ter sido vítima de um golpe praticado por Danilo de Souza Melo, com a perda calculada em R$ 16 mil.

A corporação conduziu o homem à 32ª Delegacia de Polícia Civil, onde constatou que ele responde pelo mesmo crime em outros estados. Apesar do flagrante, o suspeito responde a investigação em liberdade.

"Na delegacia foi constatado que o mesmo é um famoso estelionatário que fez várias vítimas, mais de 15 mulheres, tanto no Brasil, quanto em Portugal", confirmou em nota a Guarda Municipal.

A vítima é uma empresária bem-sucedida de Balneário Camboriú. Ela, que preferiu não se identificar, contou ao UOL que conheceu Danilo durante aulas de beach tênis na praia da Barra Sul.

Ela conta que soube do golpe ao descobrir um perfil criado por demais vítimas no Instagram que expõe relatos de outras mulheres enganadas por Danilo pelo Brasil. A intenção da empresária era achar na rede social uma irmã que ele sempre mencionava durante as conversas.

A empresária diz que antes de descobrir a farsa, chegou a fazer uma transferência para a conta corrente de Danilo a fim de que ele investisse em fundos, o que não aconteceu.

"Pelo PIX que fiz, fui olhar o nome no Instagram para puxar perfis relacionados para achar o de uma irmã dele, mas nisso, achei o das vítimas que conta tudo sobre ele. Armamos uma emboscada, pois o Danilo não tinha mandado de prisão", relatou.

Procurado pelo UOL, Danilo disse que não quer se manifestar sobre as acusações.

Como funciona o golpe

Segundo as mulheres, o homem age da mesma maneira com todas. Danilo cria um perfil em aplicativos de relacionamento e inicia a conversa dizendo que chegou recentemente ao Brasil após passar uma temporada no exterior como diretor da XP Investimentos, uma das maiores corretoras financeiras da América Latina.

Após trocar mensagens e iniciar o relacionamento, o suspeito sugere que a então namorada invista parte de seu patrimônio em fundos.

Em uma das postagens publicada pelas vítimas, o homem chega a dizer que estudou com o fundador da XP Investimentos nos Estados Unidos. Em outra, o suspeito diz a uma vítima que o dinheiro supostamente aplicado rendeu R$ 598. Tudo era mentira e servia apenas para ganhar confiança a fim de fugir com o dinheiro, afirmam vítimas ouvidas.

 

Para dar aparência de bem-sucedido, as mulheres narram que Danilo busca se vestir com roupas de marcas caras e andar com carro importado, além de sempre manter a aparência bem cuidada.

O padrão das vítimas é formado por mulheres bem-sucedidas em suas profissões, solteiras e que moram sozinhas ou com poucos familiares. 

"Ele inventa que já viajou o mundo, que conhece vários países e as pessoas acabam acreditando. Ele mostra e-mails que seriam da XP Investimentos e cria uma vida na cidade onde vai morar", disse a empresária catarinense, que conseguiu reaver o dinheiro repassado ao suspeito.

"O Danilo tem muita lábia, fala o que a mulher deseja ouvir. Se apresenta como recém-chegado de Portugal e diretor de fundo internacional da XP. Falou para mim que retornou porque a mãe estava com câncer terminal", narra outra vítima, uma autônoma de 27 anos, moradora de São Paulo. Ela também registrou boletim de ocorrências contra o suspeito após perder R$ 15 mil.

A autônoma conta que um amigo foi quem descobriu a farsa. "Quando eu fui avisada, já tinha fugido da cidade e não consegui recuperar o dinheiro, mesmo tentando falar com ele", lamenta. Ambos se relacionavam de setembro de 2020 a fevereiro de 2021.

A XP Investimentos informou ao UOL que Danilo nunca fez parte do quadro de funcionários da empresa.

Com suspeito solto, vítimas temem mais golpes

As vítimas de Danilo criaram um perfil nas redes sociais para alertar demais mulheres sobre a prática, já que ele continua respondendo as acusações em liberdade.

"Com ele solto, temos medo de que faça mais vítimas. Ele não faria algo contra nós... Agora, vai atrás de mais vítimas, pois é um psicopata, uma pessoa fria e que vai continuar o golpe em outra cidade", prevê a autônoma paulista.

Já a empresária catarinense teme pela própria segurança. "Tenho medo porque ele entrou na vida de todo mundo. O Danilo entrou na vida do meu filho, que chorou ao saber que ele era uma pessoa do mal", finaliza.

Fonte: UOL

  

Veja mais notícias sobre BrasilPolícia.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/