Funcionária é BEIJADA à força e convidada a ser AMANTE, pelo chefe

A vítima denunciou o caso na delegacia da mulher de Cuiabá

Foto: ilustração/assédio sexual

Funcionária de uma espetaria, de 19 anos, em Cuiabá, denunciou o chefe, 42 anos, por assédio sexual durante o trabalho, onde foi 'beijada à força' e 'convidada a ser amante'. A vítima procurou o Plantão de Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá na quinta-feira (09/09) e relatou os fatos acontecidos na terça-feira (07/09), onde representou pelo crime.

De acordo com o depoimento, a mulher contou que conheceu o acusado no dia 31 de julho e no mesmo dia foi contratada para trabalhar como atendente no estabelecimento. A partir do dia 12 de agosto começaram os assédios.

Ainda segundo a denúncia, além do assédio no local de trabalho, o acusado começou a enviar mensagens por aplicativo de conversa afirmando que "a quer muito", além de perguntar se a vítima não queria ter uma 'relação extraconjugal' com ele.

Na última terça-feira (07/09), o acusado teria perguntado à funcionária se ela queria o beijar e quando percebeu que ela estava na dispensa do restaurante, foi atrás e teria a beijado à força. A vítima ainda afirmou que dois outros funcionários testemunharam os assédios.

A ocorrência foi registrada e encaminhada à Delegacia Especializada na Defesa do Direito da Mulher (DEDDM), que deve intimar o acusado a prestar sua versão dos fatos e investigar o caso.


Fonte: repórter MT

Veja mais notícias sobre BrasilPolícia.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/