7 coisas que podem encarecer o seu frete na Black Friday

Para tirar todas as dúvidas, Stefan Rehm, CEO da Intelipost, empresa de tecnologia inteligente para logística, explica o que pode influenciar no valor do frete no país. 

Foto: Eccosys

Novembro é o grande mês para o e-commerce, já que na última sexta-feira acontece a Black Friday, principal data comercial do varejo online. Dentre as maiores preocupações de quem costuma aproveitar o período está o valor do frete. Assim como acontece com o preço dos produtos, o frete também é cuidadosamente estudado semanas antes pelos consumidores. Mas, afinal, o que interfere no valor do frete?

Para tirar todas as dúvidas, Stefan Rehm, CEO da Intelipost, empresa de tecnologia inteligente para logística, explica o que pode influenciar no valor do frete no país. Confira:

1 - Transportadoras

Sabemos que hoje, no Brasil, o principal e mais abrangente serviço de entregas é realizado pelos Correios. Apesar do alto número de transportadoras que temos no país, atualmente passa de cem, segundo Stefan, a estatal ainda é a líder absoluta e responsável por mais de 70% das entregas.

A maioria das empresas, no entanto, tenta trabalhar com mais de uma opção de entrega. Gerando assim, mais opções para o consumidor e fazendo com que as diferenças de valor cobrado apareçam na hora da cotação de frete.

Correios é, de longe, a maior transportadora do Brasil Foto: Reprodução/rastrearobjetos

2 - Localização

O Brasil é um dos países com a logística mais complicada do mundo, segundo Stefan. Isso se deve primeiro ao tamanho de território e segundo porque temos diversas áreas com acesso dificultado. Todo o caminho da encomenda é previamente estudado: os veículos a serem utilizados, o tempo e os esforços humanos necessários para que o produto chegue ao destino. Levado em conta todos os aspectos mencionados é que as empresas conseguem chegar ao valor do frete a ser cobrado.

3 - CEP de destino

A distância entre o local de coleta e de entrega também impacta o valor do frete para o cliente. Quanto maior a quilometragem, maior a taxa cobrada. Além disso, é importante frisar que áreas que apresentam dificuldades de acesso ou "áreas de risco" podem sofrer acréscimos no valor do frete.

4 - Peso e dimensões da carga

O peso cubado, espaço que a carga ocupa dentro do veículo impacta diretamente o valor do frete, por isso deve ser pensada de forma que aproveite o máximo da capacidade dos veículos das transportadoras.

  

Tamanho e peso da sua embalagem impacta no valor do frete Foto: Divulgação/Mercado Livre

5 - Categoria de produto

Quando o item adquirido demanda tratativas específicas, como nos casos de transportes de cargas frágeis, perecíveis ou até mesmo de cargas valiosas, normalmente o valor do frete desses produtos tendem a ser maiores.

6 - As ofertas de frete

Outro ponto relevante é o tipo de estratégia de campanha de frete utilizada. Normalmente ofertas de frete econômico tendem a ter prazos um pouco maiores que o frete padrão, que seria a média oferecida pelo mercado. Já as modalidades de frete expresso, como entregas no mesmo dia apresentam um custo acima da média.

7 - Alta demanda

Sim, claro que a alta demanda também é importante para o cálculo do frete. Assim como em qualquer situação de mercado, alta demanda pode encarecer o serviço. O ideal nestes casos é apostar na pesquisa prévia e estar atenta aos outros aspectos como localização e situação atual das transportadoras.

A logística inteligente tem permitido tanto que o varejista compreenda melhor o mercado e faça uma gestão de frete eficiente, como o consumidor possa aproveitar melhor as oportunidades como a oferta de frete grátis.

Fonte: Tecmundo 

Veja mais notícias sobre Brasil.

Veja também:

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.ronoticias.com.br/